FANDOM


Discordâncias políticas são um fenômeno central na política, dando origem aos conflitos e disputas políticas. Ao contrário de discordâncias epistêmicas, como decidir se um fenômeno ocorre ou não discutindo-se suas evidências, discordâncias políticas frequentemente têm causas profundas envolvendo diferenças de valores morais, concepções sobre a natureza humana, sentimentos e interesses de um grupo social, o que torna a discussão política muito mais conturbada, e a resolução de conflitos muito mais difícil.

Isto implica que agentes políticos frequentemente discordarão mesmo estando todos cientes e ponderando todos os aspectos factuais envolvidos, por discordarem em objetivos ou por terem interesses individuais conflitantes.

A contribuição de fatores emocionais e de outros não socialmente defensáveis torna a discussão política menos racional à medida que argumentos e justificações são dadas com propósitos meramente de convencer, sem fundamentação racional real (racionalização).

Causas de discordância

Discordâncias políticas ocorrem por motivos variados [1]

Alguns destes aspectos tem causas ainda mais profundas, inclusive com considerável contribuição genética. Determinar quais aspectos estão prevalescendo numa situação pode ser bem difícil, embora alguns fatores possam ser determinados por meio de estudos econométricos e psicofisiológicos .

Veja também

Links

Referências

  1. Gary Gutting. Political Disagreement, Revisited. The Opinionator, August 9, 2012. - Blogs The New York Times